Fluxo de caixa de uma empresa pequena: o que é e como fazer

Guia SIMPLES para criar planilha, atualizar dados e montar fluxo de caixa de uma empresa pequena. Relação entre entrada e saída de dinheiro

Como proprietário de uma pequena empresa, a sobrevivência do seu negócio depende da maneira como seu dinheiro se movimenta. Compreender como o fluxo de caixa de uma empresa pequena deve ser calculado e qual seu papel estratégico, lhe dá o poder de crescer. 


O fluxo de caixa pode ser um conceito complexo que dificulta muitos proprietários de pequenos negócios, mas é fundamental para quem deseja aprender como administrar uma pequena empresa, para obter sucesso e ganhos financeiros efetivos


É por isso que criamos este guia. A seguir, entenda o que é fluxo de caixa de uma empresa e como fazer seu acompanhamento, na prática. 

O que é fluxo de caixa?

Como empreendedor, você inevitavelmente precisa gerenciar o fluxo de caixa. Esse é um dos primeiros passos de como organizar uma pequena empresa, por isso é importante entender o que é e como isso afeta sua organização.


Definir o que é fluxo de caixa de uma empresa pequena é simples: o fluxo de caixa representa o movimento do dinheiro entrando e saindo do seu negócio.


Pense desta maneira: seu fluxo de caixa representa todas as transações financeiras de sua empresa.


Quando você tem mais do que dinheiro suficiente para cobrir suas contas, você tem um fluxo de caixa positivo. Mas quando o dinheiro que sai do seu negócio (ou seja, despesas) excede o dinheiro que entra no seu negócio (ou seja, receitas e rendimentos), é quando você tem um problema de fluxo de caixa.

Contas a receber versus contas a pagar

Para administrar o dinheiro de uma pequena empresa, é fundamental saber diferenciar e organizar suas contas a pagar e contas a receber. 


Enquanto um conceito representa seus ativos - como um saldo bancário positivo ou dinheiro em caixa - o outro arredonda as suas responsabilidades, como pagamentos ou débitos que você deve. Se você misturar os dois, provavelmente verá um desequilíbrio na sua contabilidade.


As contas a pagar representam o dinheiro que sai do seu negócio (como mencionamos, este é o dinheiro que você deve). Isso pode incluir:


  • folha de pagamento de funcionários;
  • empréstimos bancários;
  • aluguel;
  • contas de água, luz e telefone;
  • boletos de fornecedores ou outras despesas comerciais.


Já as contas a receber são ativos que controlam o dinheiro que entra no seu negócio, ou seja, o dinheiro que você recebe de seus clientes pelos bens e serviços que você forneceu. Esta é uma parte importante do cálculo da rentabilidade do seu negócio.

Determinando a rentabilidade do seu negócio

Você pode determinar a lucratividade adicionando todos os seus ativos, incluindo contas a receber, e subtrair o total de contas a pagar. Se o resultado for positivo, seu negócio é lucrativo. Se for negativo, você precisará procurar maneiras de aumentar a lucratividade.


Outro ponto importante a ser observado: um fluxo de caixa positivo nem sempre é igual ao lucro.


Como o fluxo de caixa representa apenas o dinheiro em espécie que a sua empresa possui, é possível que sua empresa gere lucro e ainda tenha dinheiro nulo. Por exemplo: você pode obter um lucro de 30% em cada produto que vende, mas se tiver mais despesas do que a receita, ainda terá fluxo de caixa negativo.


Sua empresa pode gerar um lucro de R$ 20.000 por mês, mas apenas R$ 8.000 em fluxo de caixa, porque o restante está pendente em contas a receber. É por isso que o lucro e o fluxo de caixa não são termos intercambiáveis.

Como calcular o fluxo de caixa de uma empresa pequena

Uma parte importante da compreensão do fluxo de caixa de uma empresa pequena é aprender como analisá-lo. A boa notícia é que os modelos de demonstrativos de fluxo de caixa livre facilitam o cálculo da sua posição de caixa.


Para criar um fluxo de caixa eficiente e simples, você pode contar com o apoio de um software ou sistema especializado, mas também pode começar com uma planilha:


  • divida a planilha em receitas e gastos em grupos;
  • inclua as previsões de receitas e gastos, inclusive os parcelados;
  • garanta que os recebimentos e pagamentos sejam lançados atualizando a planilha.


É importante que você inclua na planilha de fluxo de caixa de uma empresa pequena:


  • custos fixos, como aluguel e salários;
  • custos variáveis, como impostos e matéria-prima (varia de acordo com a sua necessidade de produção).  


Com tudo isso em mãos você deve apurar a diferença entre recebimentos e pagamentos para ter uma previsão do saldo de caixa. 

Capital de Giro e Fluxo de Caixa

O fluxo de caixa de uma empresa pequena também tem interferência direta na necessidade de capital de giro do negócio.


Como você deve saber, o capital de giro é o volume de recursos financeiros que uma empresa precisa para arcar com seus compromissos, dentro de um período de tempo estabelecido. 


Dessa forma, se seu fluxo de caixa projetado indica que suas despesas naquele período alcançam R$ 5 mil, você precisa ter em mente que esse é o montante de capital de giro necessário para cumprir com suas obrigações. 


O vídeo abaixo, explica detalhadamente como montar um fluxo de caixa de uma empresa pequena, bem como sua relação com o capital de giro. Vale conferir para reforçar tudo o que falamos até o momento. 



Leia também: Como fazer um inventário de estoque: 8 técnicas simples


No dia a dia de um negócio, o fluxo de caixa pode acabar sendo negligenciado. É compreensível, mas não é aceitável que isso aconteça. Você tem uma empresa para obter lucro com seu trabalho, por isso, gerenciar o setor financeiro deve ser uma preocupação constante e prioritária. 


Uma planilha feita a mão, pode não ser a solução ideal para o controle do fluxo de caixa de uma empresa pequena. Ao contrário, encontrar soluções inteligentes que ajudem o dia a dia do seu negócio, é o caminho que você deve seguir para ampliar sua produtividade e a eficácia de gestão. 


Neste sentido, nós podemos te ajudar. Conheça a Encontre um Nerd e saiba como ajudamos a empresa Via Varejo a reduzir em 20% o custo com pessoal e fazer o fechamento de custos e despesas em 2 dias com nosso suporte ondemand. 


Entre em contato com a nossa equipe e conheça nossos serviços.

Daniel Tutida

Chief Marketing Officer at Eunerd.

Linkedin

Você também pode gostar de...

Veja Mais

Agende um diagnóstico hoje

Trabalhamos com você para desenvolver um plano de atendimento personalizado. Deixe-nos suas informações e entraremos em contato.

Quer falar com alguém agora mesmo?

Recebemos suas informações e entraremos em contato em breve.
Ops, deu erro! Tente novamente mais tarde