Performance TI: o que um gestor precisa fazer para ter técnicos de TI mais produtivos

Performance em TI é diferente de produtividade em TI. Apesar das pequenas diferenças entre esses dois conceitos, eles se complementam e podem mudar a maneira como os técnicos de TI produzem e alcançam seus objetivos. Saiba mais.

Performance TI: o que um gestor precisa fazer para ter técnicos de TI mais produtivos

Antes de tudo, performance em TI e produtividade em TI são dois conceitos diferentes. Apesar dos dois termos serem, com frequência, usados como sinônimos, existem algumas diferenças sutis entre eles.

Um conceito pode complementar o outro, ainda mais quando você busca conquistar resultados mais expressivos em sua equipe de TI.

Vamos explorar neste conteúdo como um gestor de uma equipe de TI pode aplicar os dois conceitos para encontrar grandes soluções e estratégias para melhorar o trabalho do técnico e da organização de modo geral.

Boa leitura!

Performance em TI

A performance em TI, ou desempenho em TI, é uma mistura de indicadores tangíveis e intangíveis. Eles são usados para analisar a capacidade de um técnico de TI, ou de toda uma equipe, em concluir projetos de acordo com as metas e objetivos indicados.

A performance em TI também está relacionada a comunicação, pontualidade, disposição em colaborar em equipe e todas as demais atitudes que acabam influenciando o trabalho em si.

Ao considerar a performance de um técnico, um gestor deve levar em consideração o desempenho do profissional, assim como a sua eficiência e a maneira como ele convive com seus colegas de trabalho.

Os técnicos de TI são profissionais, empenhados e dedicados? Ou são desanimados, hostis e completamente egoístas? Tudo isso deve ser levado em consideração.

Os indicadores tangíveis e intangíveis da performance em TI são fundamentais para que o gestor consiga analisar profundamente e comparar o progresso, ou até mesmo o regresso, de um objetivo e meta.

Isso pode impactar de modo significativo a performance e cultura da organização.

Gestores e gerentes de TI devem definir as expectativas e padrões que todos os profissionais devem alcançar para manter a qualidade do serviço de tecnologia. E esses padrões e expectativas moldam tudo, inclusive a experiência que os clientes vivenciam.

E pode ter certeza de que isso acaba gerando um impacto direto na produtividade.

A produtividade em TI

O conceito de produtividade já existe desde o século XIX, mas o seu foco era a produção agrícola. O conceito de produtividade, naquela época, era usado para descrever quais os tipos de solo ou variedades de plantas tinham mais rendimentos.

As informações eram analisadas a longo prazo para definir o que plantar, onde plantar e quando, ou em que época do ano, plantar.

Quando o conceito foi trazido para o mundo dos negócios, a produtividade passou a contabilizar a quantidade de trabalho que é produzido, a sua qualidade e quanto valor ele é capaz de gerar para um negócio.

Muitas empresas buscam os melhores resultados possíveis (a produtividade), com a quantidade mínima de entrada. São muitos os fatores que influenciam a produtividade em TI. Mas em paralelo, são muitos os equívocos altamente prejudiciais às equipes de TI.

Os três maiores são:

- Quanto mais horas trabalhadas, maior o nível de produtividade. Produtividade não é sobre trabalhar mais, e sim, sobre trabalhar melhor. A idealização de que trabalhar mais de 12 horas por dia é bom, é totalmente distorcida, por isso ser produtivo não significa ficar mais tempo no trabalho, mas ter mais tempo livre, sem afetar a sua qualidade.

- Inatividade é uma completa perda de tempo. Para um profissional ser produtivo, ele precisa de tempo para pensar e se recuperar, isso pode significar algumas horas de inatividade. Esticar as pernas, tomar um cafezinho, conversar com as pessoas, ler ou fazer qualquer outra atividade por um tempo durante o trabalho é uma das melhores decisões a se fazer para se manter concentrado e produtivo.

- Ser multitarefas significa produzir mais. As pessoas não podem fazer muitas coisas simultaneamente, pois significa alternar a atenção de uma tarefa para outra. Essa ação pode parecer algo rápido, mas o cérebro precisa de alguns segundos para conseguir se reajustar e se concentrar novamente. Isso consome muito tempo, ou seja, você perde um tempo precioso que poderia ser melhor aproveitado.

Por que diferenciar produtividade e performance TI?

Como você já pode perceber acima, produtividade e performance são diferentes, mas um complementa o outro. A partir do momento que a performance, o desempenho é acompanhado, é possível encontrar uma estratégia que vai melhorar a produtividade em TI.

Os gestores, conformem conseguem recolher dados e os analisar com frequência, podem estudar a maneira como os técnicos trabalham, seus níveis de engajamento, atitudes em relação às metas e objetivos e como eles agem perante os processos definidos.

Com o tempo, será possível observar como o desempenho e os processos se desenvolvem e estudar maneiras para impulsionar ainda mais a produção e gerar mudanças positivas que agregam.

Quando uma equipe alcança uma boa performance, não necessariamente ela é produtiva. Um profissional de TI pode bater metas, alcançar objetivos e fazer aquilo que a empresa espera dele. Mas não significa que ele é produtivo. E isso não é culpa dele.

Isso mostra que existem margens para melhoria tanto na maneira como o profissional trabalha, quanto nos objetivos que a empresa determina.

Para que os técnicos de TI alcancem grandes performances e sejam produtivos, o gestor pode recorrer a algumas estratégias como:

- Conhecer a maneira como os técnicos trabalham e aperfeiçoar os seus métodos. Cada um tem o seu jeito de produzir. Alguns “funcionam” melhor de manhã, outros de tarde e existem aqueles que preferem as noites e madrugadas. Saiba como cada colaborador funciona e dê mais liberdade a eles.

- Trabalhar os pontos positivos e negativos dos técnicos. Nem sempre a maneira como cada profissional trabalha é a melhor possível. Saiba quais são os pontos negativos e positivos e trabalhe em cima disso. Mostre caminhos diferentes para mudar hábitos prejudiciais.

- Trabalhar com feedbacks. Mostre, de um jeito amigável, onde os colaboradores estão errando e como eles podem consertar isso.

- Oferecer treinamentos de produtividade. Um profissional só será produtivo se tiver conhecimento e infraestrutura para crescer e oferecer o seu melhor.

- Estabelecer metas e objetivos alcançáveis. Nada deixa uma equipe mais frustrada do que correr atrás de algo que não é possível alcançar. As metas são grandes? As divida em pequenas metas que ao todo, vão mostrar como é possível fazer grandes coisas.

- Oferecer oportunidades de crescimento. O reconhecimento profissional é um dos maiores encorajamentos que existem. Oferecer oportunidades é uma forma de causar alto impacto na produtividade.

 

Alinhar a performance com a produtividade é uma maneira de estimular cada técnicos, profissional de TI a produzir mais, com qualidade e a aproveitar melhor o seu tempo.

Fazer uso das melhores ferramentas para estimular a equipe de TI a ir além dos seus limites, é uma forma de baixo custo de alcançar o sucesso de uma organização. A Eunerd oferece soluções a empresas para elas reduzir custos e otimizar a performance da TI da organização. Entre em contato para saber como podemos ajudar a sua empresa.

Esperamos que esse conteúdo tenha de ajudado a encarar a performance e produtividade em TI com outros olhos!


Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.

Você também pode gostar de...

Veja Mais
Receba uma proposta personalizada dos nossos consultores de suporte:
Recebemos suas informações e entraremos em contato em breve.
Oops! Something went wrong while submitting the form