Eficiência operacional: o que é e como melhorar o desempenho do negócio

Quando o gestor analisa a eficiência operacional de TI, ele precisa ser capaz de visualizar todos os processos que são usados para a execução de um serviço e pensar em como manter a qualidade e ao mesmo tempo reduzir o tempo de execução. Quer saber mais? Confira este conteúdo.


Eficiência operacional: o que é e como melhorar o desempenho do negócio

Todas as empresas precisam buscar a eficiência operacional, uma relação entre a saída e a entrada de uma organização que, quando feita corretamente, pode ajudar uma empresa a reduzir todos os custos desnecessários, enquanto aumenta a sua receita.

Tudo isso, é claro, sem diminuir a alta qualidade, com o mínimo possível de recursos.

Segundo a McKinsey, 79% de todas as empresas cortaram seus custos como resposta à crise econômica global que se instaurou em 2020. Mas apenas 53% dos executivos acreditam que esses cortes de fato ajudaram o negócio a superar os seus problemas.

Já nos dados apresentados pela PwC, menos de 30% dos programas de corte de custos conseguiram atingir os seus objetivos, e poucos deles serão capazes de colher bons frutos nos próximos três anos.

Para diminuir os custos externos, todo gestor, gerente de operações deve conseguir identificar quais são os processos que precisam ser otimizados sempre que necessário.

Para que isso aconteça, o profissional precisa ser capaz de identificar o que precisa ser feito para que a equipe consiga fazer essa ação quando necessário.

Continue a leitura para saber como o gestor será capaz de identificar como será capaz de identificar os processos de bases para melhorar o desempenho do negócio.

O que é eficiência operacional

O conceito de eficiência operacional envolve basicamente a melhoria de todos os processos que uma equipe, uma empresa passa para produzir.

A eficiência operacional também é conhecida como eficácia operacional ou até mesmo como produtividade operacional. Essa métrica é usada pelas empresas para medir a produção de cada entrada.

“Entrada” é o tempo, trabalho, pessoal e custos necessários para a execução do serviço, enquanto “saída” refere-se ao serviço oferecido.

O objetivo da eficiência operacional é melhorar as práticas de uma empresa, fazer com ela funcione com eficiência e ofereça um serviço de qualidade e de valor para seus clientes.

Diferente dos indicadores, a eficiência operacional não tem como propósito alcançar objetivos e metas, e sim, simplificar as operações para que a empresa consiga entregar melhores serviços, com melhores preços e o máximo possível de redução de custos e despesas desnecessárias.

Quando um gestor consegue otimizar a eficiência operacional, eles conseguem reduzir custos, automatizar processos complexos e otimizar pessoas, finanças e tecnologia. Por isso aperfeiçoar a eficiência operacional não é uma iniciativa isolada e única.

Não existe uma fórmula mágica de eficiência operacional que vai acabar com todos os problemas que um negócio tem, que é capaz de transformar um modelo de negócio escalável em uma verdadeira máquina de novos negócios da noite para o dia.

O processo é longo e os resultados dependem da viabilidade financeira do projeto e do negócio.

Como melhorar a eficiência operacional

Para aprimorar a eficiência operacional da TI, deve-se começar com o refinamento dos processos que são seguidos pela equipe de técnicos.

Eles são a espinha dorsal das operações de um negócio. Quando você não conhece a fundo como o trabalho é organizado e não consegue entender o que impulsiona as operações no dia a dia, qualquer mudança na estratégia operacional será infundada e ineficazes.

O vilão da eficiência operacional da TI é o trabalho repetitivo que não agrega em nada ao negócio e a falta de infraestrutura para a equipe desempenhar seu trabalho do jeito certo.

Isso consome tempo, um dos elementos mais caros e escasso que existem, e impede que o trabalho seja feito com qualidade.

Para melhorar a eficiência operacional do seu negócio é preciso automatizar o trabalho repetitivo.

A automação do serviço repetitivo

O setor de TI tem muitas tarefas que são repetitivas. Essas ações são altamente trabalhosas, mas não agregam muito valor aos serviços oferecidos.

Sabe aquelas tarefas que são necessárias, mas que deveriam ser rápidas, pois existem atividades mais importantes que precisam ser feitas?

Quase todas as tarefas repetitivas podem ser automatizadas sem problemas. Começando pelo planejamento de um projeto até o envio de uma fatura, envio de relatório e análises de métricas.

Existem muitos problemas que podem ser evitados com a automação de processos. Desde relatórios, análises de dados, execução de tarefas e muitas outras.

Durante o dia a dia, processos que levariam horas, ou até mesmo dias dependendo da capacidade e conhecimento do profissional, conseguem ser executados com perfeição em questão de minutos, ou em poucos cliques.

Isso significa que com a automação vai permitir que uma equipe de TI consiga:

  • diminuir os erros
  • otimizar o tempo
  • melhorar o processo

Eliminar os processos trabalhosos vai ajudar uma equipe de TI a trabalhar do jeito certo e com mais eficiência.

Diferença entre produtividade x eficiência

Muitas pessoas consideram produtividade e eficiência como sinônimos, mas na verdade são dois conceitos diferentes.

A eficiência operacional significa oferecer a mesma qualidade em menos tempo. Já produtividade significa produzir mais.

Para melhorar a produtividade da sua equipe de TI, você precisa investir em infraestrutura e recursos para melhorar o desempenho da equipe. Em uma equipe de TI, melhorar a produtividade é melhorar o desempenho dos técnicos de TI. Se fosse uma loja de varejo, melhorar a produtividade seria aumentar as vendas.

A eficiência operacional está relacionada a manter a qualidade de serviço, com menos recursos. No caso de uma equipe de TI, seria manter uma equipe reduzida, mas capaz de produzir mais.

Como medir a eficiência operacional?

Para calcular a eficiência operacional é necessário dividir a produção (receita, vendas, leads de entrada, etc.) pela entrada (recursos, horas trabalhadas, pessoal, etc.).

Lembre-se sempre que a eficiência está relacionada a produzir o mesmo resultado com menos recursos.

Cada gestor deve levar em consideração as variáveis de saída e entrada que condizem com a empresa. Essas variáveis são determinadas por meio de indicadores de desempenho.

 

Eficiência operacional e desempenho do negócio não se reduz em apenas produzir mais com os mesmos recursos. É ter a possibilidade de identificar em quais áreas existem “desperdícios” que podem ser facilmente eliminados para aumentar a eficiência.

O gestor deve se concentrar em aproveitar ao máximo essas métricas para ir além de cortar custos, mas encontrar uma estratégia para entender como a organização opera.


A EUNERD pode ajudar você a aumentar a eficiência operacional da TI. E, se a sua empresa não tiver uma equipe ou pessoa de TI designada, considere que essa postagem do blog é uma chamada de ativação. Transformações digitais são inevitáveis ​​para a empresa moderna e a EUNERD está aqui para garantir que você não fique para trás. Entre em contato e descubra como ajudamos as empresas aumentar sua eficiência operacional.

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.

Você também pode gostar de...

Veja Mais
Receba uma proposta personalizada dos nossos consultores de suporte:
Recebemos suas informações e entraremos em contato em breve.
Oops! Something went wrong while submitting the form