O MEI é o Microempreendedor Individual. Uma forma de você conseguir um CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica) e profissionalizar ainda mais suas atividades.

Com o registro, você pode prestar serviços tanto para pessoas como para empresas, que costumam priorizar a contratação de serviços de outras empresas. As possibilidades aumentam e, com isso, sua renda também.

Veja mais informações sobre MEI para técnicos de informática, benefícios, como se formalizar como MEI e sobre CNAE serviços de informática.

A maneira ideal de ampliar os seus serviços sem custo e sem dor de cabeça! Quem sabe depois da experiência como técnico, você não se tornará, em breve, um consultor de TI?

Como se formalizar como MEI?

É importante saber que, apesar de o MEI ter sido criado pelo governo para auxiliar e formalizar os pequenos empreendedores que trabalham de forma autônoma, nem todas as atividades são permitidas neste modelo. A informática, porém, está dentro desta tabela estabelecida por Lei.

Se você presta serviço de informática e quer entender como se formalizar como MEI, também precisa entender algumas regras. Por exemplo, seu faturamento deve ser limitado a R$ 81 mil por ano. Você não deve participar como sócio ou titular de outra empresa. E, se precisar contratar alguém, seu limite é de apenas um funcionário. siga estas regras se quiser manter sua MEI regularizada!

Toda a formalização acontece de forma on-line, através do Portal do Empreendedor.

O cadastro é gratuito e você deve passar poucas informações, como dados pessoais, número do último recibo de DIRPF (Declaração Anual de Imposto de Renda Pessoa Física) ou, no caso de não ter sido obrigado a declarar o imposto, o próprio número do Título de Eleitor.

O cadastro é rápido e simplificado e logo após você recebe seu Certificado da Condição de Microempreendedor Individual (CCMEI), que já engloba CNPJ, INSS, Inscrição na Junta Comercial e alvará provisório de funcionamento.

Você ainda pode escolher um nome fantasia para a sua empresa e sua atividade de atuação, como veremos abaixo.

CNAE serviços de informática  

Dentro do MEI, existe algo que é chamado de Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE). Trata-se do código que determina as atividades exercidas por uma empresa. E lembra que dissemos que nem todas são permitidas por um MEI?

É por isso que é preciso se atentar aos CNAEs que você pode se cadastrar.

Sabemos, por exemplo, que os MEIs que prestam serviços como técnicos exercem atividades desde aquelas voltadas à manutenção de computadores, como de outros equipamentos tecnológicos, como impressoras, drivers, teclados e até caixas eletrônicos.

Além de cadastrar em seu MEI uma atividade principal, é possível escolher quantas ocupações para atividades secundárias quiser, cada uma com seu código CNAE. Mas recomendamos que você limite este número a 10.

O CNAE de MEI para técnicos de informática é o 9511-8/00. A ocupação deste código é a de Técnico (a) de Manutenção de Computador Independente e a descrição/subclasse CNAE é a de Reparação e Manutenção de Computadores e de Equipamentos Periféricos.

Ainda há a opção de Instrutor de Informática, CNAE 8599-6/03, para quem quer atuar nesta área.

Veja abaixo as descrições possíveis para atividades que envolvem o MEI para técnicos de informática!

Descrições para MEI de informática

  • Manutenção de/reparação de aparelhos de informática
  • Serviços de assistência técnica em computadores
  • Serviços de assistência técnica em equipamentos de informática
  • Serviços de assistência técnica em microcomputadores
  • Manutenção, reparação de caixas eletrônicos de bancos
  • Conserto, reparo de computadores
  • Manutenção, reparação de equipamento periférico conexo
  • Manutenção, reparação, conserto de equipamentos de informática
  • Manutenção, reparação de equipamentos de processamento de dados
  • Manutenção de equipamentos emissores de cupom fiscal
  • Manutenção, reparação, conserto de impressoras
  • Manutenção, reparação de microcomputadores
  • Assistência técnica em máquina copiadora, xerográfica, fotostática
  • Manutenção de, reparação de, conserto de máquina de cartão de crédito
  • Conserto, reparação, manutenção de projetor
  • Manutenção de, reparação de, conserto de scanners (escâner)
  • Serviços de suporte e manutenção de hardware, inclusive upgrade
  • Conserto, reparação, manutenção de teclado e mouse
  • Manutenção de, reparação de terminais de auto-atendimento de bancos

Benefícios de MEI para técnicos de informática

O principal benefício de se formalizar como MEI é a possibilidade de ampliar os negócios com mais rapidez e empreender mesmo com pouco dinheiro.

Você passa a conseguir muito mais clientes e serviços, prestando todo tipo de assistência de informática de forma mais profissional. Isso porque, a partir do momento que tem um CNPJ, começa a emitir suas próprias notas fiscais de serviço.

Além disso, o MEI ainda tem alguns direitos, como benefícios previdenciários, auxílio-doença, licença-maternidade, salário mínimo, aposentadoria por idade.

Para garanti-los, basta apenas pagar mensalmente o Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS), que inclui todos os impostos da empresa de maneira unificada, com valor máximo de 55 reais.

Agora você já conhece o CNAE para serviços de informática e também sabe como se formalizar como MEI. Que tal abrir a sua empresa e começar a empreender?

* Este post foi escrito pela equipe do Qipu uma solução de contabilidade online usada por mais de mais de 400 mil empreendedores.


   
Profissionais que atuam como técnicos de informática e computação podem empreender no Brasil de forma muito mais simples, prática e pouco custosa. Como? Através do MEI para técnicos de informática.

Emoji de 2 dedos fazendo o V da vitória