A manutenção preventiva é uma atividade realizada regularmente pela equipe de TI para que um negócio evite falhas em seus equipamentos e sistemas. 

Uma das maiores dificuldades enfrentadas pelas empresas é justamente aqueles problemas que insistem em acontecer nos momentos mais inapropriados, gerando grandes dores de cabeça.

> Suporte para manutenção preventiva. Saiba mais!

Equipamentos que pifam e atrapalham a produtividade, internet que não funciona durante uma apresentação importante ou até mesmo aquelas impressoras que parecem criar vida própria e não querem imprimir.

A manutenção preventiva é necessária para evitar uma inatividade não planejada pela empresa.

Os tipos de manutenção preventiva

A manutenção preventiva é uma forma de antecipar, e prevenir, que um equipamento quebre, um sistema fique desatualizado e até mesmo uma infraestrutura seja incapaz de suportar as necessidades da equipe no dia a dia.

A tecnologia, como um todo (hardware e software), precisa ser constantemente atualizada para evitar contratempos. O “prazo de validade” tecnológico não é algo que se pode calcular, por isso é sempre bom ficar de olho.

Grandes perdas operacionais são causadas por falta de manutenção e muitos gestores não sabem disso.

Nem todo erro de manutenção envolve grandes riscos, mas até mesmo aqueles que parecem tão insignificantes, podem gerar prejuízos financeiros desnecessários.

A manutenção preventiva pode se encaixar em três tipos principais:

1. Manutenção periódica

A manutenção periódica refere-se à manutenção dos equipamentos em determinados intervalos de tempo programados.

O objetivo da manutenção periódica, também chamada de manutenção baseada no tempo, é garantir que todos os equipamentos funcionem corretamente, sem problemas ou interrupções não programadas.

> Suporte para manutenção preventiva rápida e em todo o Brasil. Saiba mais!

As manutenções periódicas são planejadas com antecedência e devem ser realizadas mesmo que os equipamentos funcionem normalmente.

Não existe um tempo padrão para que uma infraestrutura passe por uma manutenção preventiva periódica, tudo vai depender das especificações presentes e dos equipamentos usados.

Geralmente os fabricantes sugerem como você deve se programar, mas nada impede o desenvolvimento interno de uma programação que vai cobrir as necessidades da equipe.

2. Manutenção preditiva

A manutenção preditiva consiste no monitoramento do desempenho da infraestrutura, software ou equipamento para evitar que o negócio seja pego de surpresa.

O técnico de TI basicamente vai analisar todas as informações periodicamente, caso alguma anomalia apareça durante as análises dos relatórios, ela deve ser solucionada para evitar que seja uma pedra no sapato futuramente.

Na prática, a manutenção preditiva faz com que a manutenção da infraestrutura seja reduzida ao máximo para evitar uma manutenção reativa não planejada, a ponto de fugir dos gastos gerados por uma manutenção preventiva.

A manutenção preditiva analisa todos os dados e históricos em tempo real. Dessa forma, é possível prever o que pode acontecer mais para a frente.

3. Manutenção prescritiva

Muito semelhante a manutenção preditiva, a manutenção prescritiva faz análises avançadas com o uso de machine learning e inteligência artificial para prever possíveis manutenções, e assim podem agir quando necessário sem a necessidade de uma supervisão humana.

> Suporte para manutenção preventiva rápida e em todo o Brasil. Saiba mais!

Isso significa que esse tipo de manutenção preventiva faz possíveis recomendações para que os sistemas, e também a infraestrutura, sejam melhores aproveitados, além é claro de monitorar possíveis problemas que venham surgir e prejudicar de algum modo a operação.

Os benefícios da manutenção preventiva.

A manutenção preventiva é uma forma de garantir que as operações de um negócio funcionem sem imprevistos prejudiciais, esse é o benefício mais óbvio desse tipo de ação.

Mas existem outros benefícios que precisam ser mencionados, como por exemplo:

  • Reduzir drasticamente o tempo de inatividade não planejada de uma infraestrutura e equipamentos.
  • Aumentar a expectativa de vida dos equipamentos e infraestrutura, portanto, o negócio pode reduzir os custos a longo prazo e o investimento em bons equipamentos.
  • Intensificar a produtividade dos colaboradores de um negócio e influenciar na redução de horas extras devido a inatividade dos equipamentos.
  • Reduzir drasticamente os riscos de segurança de um negócio, seus colaboradores e clientes.

Esses são alguns benefícios que merecem destaque, mas é válido ressaltar que existem muitos outros que vão favorecer o seu negócio de alguma maneira.

Como aplicar a manutenção preventiva?

O primeiro passo para criar uma manutenção preventiva eficiente é criar uma rotina, ou seja, preparar sua equipe de TI para que fique atenta no dia a dia para qualquer tipo de problema que venha surgir inesperadamente e quais ações devem ser tomadas.

Essa rotina deve chegar ao nível de ser algo natural, não pode ser uma preocupação de um único dia no mês, e sim, uma preocupação diária.

Algumas dicas que você pode começar a aplicar com o seu time de técnicos são:

Criar um cronograma de monitoramento

Criar uma rotina em que a manutenção preventiva acontece naturalmente não é uma tarefa tão fácil. Na verdade, é um processo que se integra lentamente à rotina.

> Suporte para manutenção preventiva rápida e em todo o Brasil. Saiba mais!

Ao invés de se preocupar com uma manutenção preventiva uma vez no mês e esse dia ser um verdadeiro caos, é melhor criar um cronograma onde é possível diluir tudo o que é necessário fazer para evitar problemas ao longo da semana, mês ou ano.

Um cronograma pode ajudar, e muito, na organização de todos os elementos que devem ser monitorados, analisados e atualizados sem sobrecarregar a equipe responsável pelos projetos.

O tempo é melhor gasto quando existe tal organização, diferente de simplesmente deixar tudo acumular. 

Optar pela terceirização

A manutenção preventiva de equipamentos exige pessoal e tempo.

Mesmo com a criação de um cronograma para organizar todos os processos que devem ser feitos, o trabalho em muitas empresas geralmente é longo.

Com a terceirização da manutenção preventiva, sua equipe de TI pode então focar no desenvolvimento do negócio, nas expertises do negócio e não precisa mais perder tempo com o monitoramento e manutenção da sua infraestrutura.

O conceito básico da manutenção preventiva é evitar paralisações não planejadas e permitir que todos da empresa sejam produtivos para o desenvolvimento do negócio, encontrem novas soluções para conquistar mais mercado.

Fazer todo o seu time de TI parar para apagar esses pequenos incêndios, a longo prazo, será um grande problema. Por isso a terceirização é uma excelente alternativa.

 

A manutenção preventiva é uma maneira eficiente de impedir que desastres e problemas aconteçam. Dessa forma, além da empresa não perder dinheiro, todos os colaboradores podem ser mais produtivos e eficientes.

Gostou das nossas dicas sobre manutenção preventiva? Aproveite para falar com os nossos Nerds e descubra todas as nossas soluções de manutenção preventiva de TI para a sua empresa.


Emoji de 2 dedos fazendo o V da vitória