Dicas para técnicos de TI: gerenciamento de Servidores

Os servidores são ferramentas essenciais para o funcionamento de qualquer tipo de negócio. Por isso o gerenciamento de servidores é um elemento fundamental e não pode ser negligenciado.

Todo técnico de TI precisa acompanhar os indicadores de desempenho do servidor para evitar problemas graves que vão prejudicar a empresa.

Existem muitas estratégias de monitoramento e gerenciamento de servidores, seja ele físico ou virtual.

O gerenciamento de um servidor físico exige que um técnico o monitore em tempo integral para conferir seu desempenho e status.

Já o gerenciamento de um servidor virtual precisa de um software personalizado, capaz de analisar o servidor periodicamente.

Vamos te apresentar um pequeno guia com algumas práticas que não devem ficar de fora em sua rotina como técnico responsável pelo gerenciamento de servidores.

Boa leitura!

Práticas para um melhor gerenciamento de servidores

Manter a alta disponibilidade dos servidores

Ter uma alta disponibilidade dos servidores significa ter um sistema, ou seus componentes operacionais, sem interrupções o maior tempo possível.

A mensuração da alta disponibilidade é feita por porcentagem, ou seja, um sistema 100% indica que o sistema nunca falha e está em completa atividade.

Boa parte dos sistemas estão entre 99% e 100% de tempo de atividade, por isso essa é uma prática tão importante para o gerenciamento de servidores.

Para manter os servidores sem interrupções é necessário

  • investir em monitoramentos contínuos
  • conhecer toda a infraestrutura
  • investir em múltiplos servidores
  • ter um backup online recorrente

Servidores e sistemas de armazenamento de dados de alta disponibilidade (HA ou High-Availability, em inglês) de bancos, hospitais, instituições públicas, multinacionais, franquias e grandes empresas não podem parar, caso contrário, o caos poderia ser instaurado, informações perdidas e pessoas podem até mesmo perder suas vidas por falta de informações.

Planejar a capacidade do servidor

Quanta memória é necessária para que o servidor funcione sem problemas e por quanto tempo?

Essa é uma pergunta que muitos profissionais de TI fazem quando o assunto é o planejamento da capacidade do servidor.

Para uma análise mais detalhada da capacidade do servidor, é preciso levar em consideração a CPU, memória e rede de utilização de disco.

Investir em hardware não é algo barato, por isso você deve encontrar o equilíbrio entre as necessidades da empresa e aquilo que ela é capaz de investir.

Quando existe um planejamento antecipado, com toda certeza você pode contar com:

  • aumento da produtividade e otimização da capacidade do servidor
  • padronização e contenção de hardware
  • previsibilidade de utilização da capacidade

Enquanto você planeja a capacidade do servidor para a empresa, é necessário pensar no futuro.

A tecnologia é algo que não para de se desenvolver. Amanhã o mercado já pode apresentar novas mudanças e alternativas que vão deixar todo o seu planejamento atrasado. Lembre-se sempre disso.

Automação de processos

Os backups regulares, por exemplo, são fundamentais para o gerenciamento de servidores por causa da proteção contra perdas de dados que podem acontecer no momento que menos se espera.

Para que essa estratégia funcione, a automação dos processos é uma grande aliada, já que não vai depender de um profissional para fazer o backup.

A automação deve fazer parte do planejamento de gerenciamento de servidores, já que além de tarefas como backup, outras tarefas como instalação e atualização de programas, escaneamento e fiscalização de sistemas sejam automatizadas e assim, muitas falhas graves podem ser evitadas.

Crie uma política de acesso ao servidor

Independente se o seu servidor é local ou virtual, dedicado ou compartilhado, muitos dispositivos precisam se conectar ao mesmo tempo para ter acesso às informações da empresa. Por isso é muito importante ter uma política de acesso bem definida e transparente para que toda a empresa saiba seus níveis de acessos e o que eles podem fazer quanto a deletar, mudar ou editar arquivos.

A possibilidade de acessar o servidor de qualquer lugar e por qualquer dispositivo exige um maior controle de acesso, já que exige mais segurança, firewall e até mesmo VPN.

A política de acesso deve ser estruturada junto à diretoria e gestores para que funcione do jeito certo e você, profissional de TI, não encontre resistências ou problemas.

Não esqueça de incluir no controle de acesso uma ID, senha e nível de acesso para cada profissional. Dessa forma fica muito mais fácil identificar o problema, quem o causou e qual o grau de problema que isso pode gerar.

Desafios no gerenciamento de servidores

Assim como a implementação de qualquer tecnologia ou mudanças, o gerenciamento de servidores encontra muitos desafios, especialmente quando não existe uma política clara e monitoramento dos servidores.

Confira alguns desafios que muitos profissionais de TI encontram:

Implantação e controle

O primeiro grande problema que os técnicos e profissionais de TI encontram no gerenciamento de servidores é a própria implementação de novas mudanças e o controle.

Além disso, muitas equipes de TI não conseguem total acesso aos servidores, por isso não sabem como eles são gerenciados, onde estão os problemas e como aplicar as soluções.

É muito importante que o trabalho seja feito em conjunto com a diretoria para que as mudanças e os acessos sejam feitos do jeito certo e as implementações aplicadas com sucesso.

Manter o tempo de inatividade no mínimo

Apesar da alta disponibilidade ser um quesito importante para uma empresa, manter o tempo de inatividade no mínimo pode ser um dos grandes problemas enfrentados pelas organizações, especialmente se o servidor é remoto.

Quando o servidor passa por um período de inatividade, todos os recursos podem ficar indisponíveis até que o problema seja resolvido.

Esse tempo de inatividade pode custar milhões de reais às empresas e até mesmo aos seus clientes.

Essa inatividade pode ocorrer por causa de falhas nos hardwares e softwares ou por causa de ataques de hackers.

Infraestrutura

A infraestrutura de uma empresa pode causar alguns problemas no gerenciamento de servidores. Os problemas podem ser espaciais, qualidade de eletricidade, qualidade de hardware ou software, qualificação de pessoal ou qualquer outro relacionado à infraestrutura.

 

Essas são algumas dicas que você pode levar em consideração se o seu objetivo for o gerenciamento de servidores.

Esperamos que esse conteúdo o ajude a melhorar o seu trabalho e a ser um grande profissional de TI. Para continuar alavancando sua carreira como profissional de TI o programa Dell Expert Network oferece atendimento para apoiar você no desenvolvimento de projetos de TI. Inscreva-se


Emoji de 2 dedos fazendo o V da vitória