[GUIA] O que você precisa saber sobre contabilidade para profissional de TI

Tudo aquilo que você precisa saber sobre contabilidade para profissional de TI. Por onde começar, quais são as melhores opções e alíquotas.

A contabilidade para profissional de TI é uma questão importantíssima se você se preocupa em seguir corretamente sua situação fiscal.


Longe dos conhecimentos específicos e técnicos de sua profissão, você vai precisar aprender, nem que seja o básico, sobre contabilidade para profissional de TI. Esse conhecimento básico vai ajudar você a prestar um serviço de maneira legal, por exemplo, emitindo nota fiscal e realizando balanços fiscais constantes.


O profissional de TI, assim como outros profissionais que não estão ligados a contabilidade, precisam tomar algumas decisões iniciais sobre a forma como irão trabalhar e a melhor maneira de fazer isso é procurando a ajuda de um profissional contábil qualificado.


Porém iremos mostrar a você algumas informações importantes e gerais, para você se situar melhor como funciona a contabilidade para profissional de TI.

Contabilidade para profissional de TI

A primeira coisa com a qual você deve se preocupar ao começar a trabalhar na sua área é a contabilidade para profissional de TI.


Você como um profissional de TI, poderá optar por trabalhar como autônomo ou mesmo montar uma consultoria de TI. Para isso você terá que analisar os custos envolvidos em cada uma das opções. Abrindo uma empresa você também vai ter de escolher o modelo de tributação ideal para você.


Vamos falar sobre cada uma das opções para você entender melhor o melhor caminho a seguir.

Opção 1: Profissional autônomo

Resumidamente, esta é a opção menos interessante dentro da contabilidade para profissional de TI. Como profissional autônomo você irá pagar mais impostos que nas outras opções que iremos apresentar. 


Como autônomo, além de pagar 11% de INSS sobre os seus rendimentos, você ainda pagará imposto de renda por uma tabela progressiva. 


Não bastando isso, some-se ainda 5% de ISS (Imposto sobre serviços) todo mês sobre sua renda. O ISS é estabelecido pelo município em que você atua e pode variar de 2% a 5%.


Além do maior desconto em sua renda, o profissional autônomo ainda pode encontrar outro impeditivo: o custo do seu serviço para empresas. 


Empresas que contratam serviços de profissional autônomo precisam recolher 20% de INSS sobre o pagamento. Para empresas é muito mais viável realizar a contratação de outras empresas para realização do trabalho. Até mesmo pelo MEI.


Portanto vamos ver as opções de contabilidade para profissional de TI como pessoa jurídica.

Pessoa jurídica

Microempreendedor Individual - MEI

O MEI é uma ótima opção para diversos profissionais e ramos de atuação. Sua tarifa não passa de R$50 mensais e além disso você fica isento de imposto de renda. Outro ponto positivo é que, por lei, escritórios de contabilidade não podem cobrar pelos serviços de criação do MEI.


A contratação de profissionais por meio do MEI também é ótima para outras empresas que não precisam pagar nada além dos serviços prestados. Além de conseguir emitir suas notas fiscais você ainda terá acesso a linhas de empréstimos bancários e financiamentos financeiros com melhores taxas. 


Os rendimentos máximos anuais para o Microempreendedor Individual são de até R$81.000,00 anuais entre janeiro e dezembro. Caso você se formalize durante o ano em curso, o seu limite de faturamento fica sendo o proporcional de R$6.750,00 por mês até 31 de dezembro.


O MEI seria a melhor opção na contabilidade para profissional de TI, porém nem tudo são flores e são poucas as atividades do ramo da TI que estão listadas entre as atividades profissionais liberadas para uso do MEI. Entre elas:


  • Técnico(a) de manutenção de computador independente - CNAE 9511-8/00;
  • instrutor(a) de informática independente - CNAE 8599-6/03;
  • instalador(a) de rede de computadores independente - CNAE 6190-6/99;
  • comerciante de equipamentos e suprimentos de informática independente - CNAE 4751-2/01.


Existe um projeto de lei complementar do Senado (PLS 220/2018) que busca permitir que mais profissionais da TI sejam incluídos no MEI. O autor da ideia, Marcelo Barros, inclui profissionais como:


  • Programadores;
  • web designers;
  • desenvolvedores de sistemas entre outros.


O projeto ainda carece de aprovação mas pode ajudar muito os profissionais de TI.


Portanto, se você quer vender serviços de TI que se enquadram nos serviços listado acima, você precisa partir para uma das próximas opções.

Simples

O Simples Nacional é destinado às microempresas (ME) e empresas de pequeno porte (EPP). Pode ser bem atraentes para algumas áreas de atuação da TI, com alíquotas que se iniciam em 6%.


O Simples Nacional reúne o pagamento de diversos impostos em um único documento de arrecadação, o DAS, facilitando em muito sua adoção e seu custo.


Para se enquadrar no Simples Nacional sua empresa não pode ter arrecadação maior que R$4,8 milhões anuais e suas tarifas vão variar de acordo com o enquadramento das atividades de cada anexo definido pela Receita Federal. Alíquotas estas que podem chegar a 30,5%.


Caso sua empresa não se enquadre no Simples Nacional, a solução pode ser o Lucro Presumido.

Lucro Presumido

O Lucro Presumido pode ser a melhor opção para muitas empresas. Apesar dos valores das alíquotas parecerem altos em um primeiro momento, elas ainda podem ser a melhor opção.


Este regime segue uma tabela de projeção de lucro da empresa conforme a atividade desenvolvida. É um regime muito mais burocrático e que você precisará de total ajuda de seu contador para o cálculo.


Mesmo com o seu cálculo mais complexo, ele deve ser considerado quando você for conversar com um contador. Dependendo da sua atividade e a previsão de lucro que você tiver, ele ainda pode ser sua melhor opção.


Para entender todos os benefícios e a importância de criar um cadastro como pessoa jurídica ao se tornar um empreendedor na área de TI, bem como ter acesso a todos os procedimentos necessários para isso, indicamos que você leia também o artigo; “[GUIA] Como ser PJ em TI e abrir a própria empresa”

Importância de uma boa contabilidade para profissional de TI

Neste artigo pudemos ver como é importante o cuidado com a contabilidade para profissional de TI. A apuração de impostos e tributos é algo muito sério e pode trazer grandes multas em casos de erros. Portanto esteja sempre atento - e em dia - com sua situação fiscal.


Não deixe de procurar ajuda de um profissional de contabilidade de confiança para garantir que você tome as decisões certas e não enfrente problemas futuros. Para cada caso existe uma regra específica e só um profissional contábil poderá te dar esta segurança.


É um profissional de TI autônomo ou freelancer? Temos uma proposta perfeita para você: Seja um Nerd!

As oportunidades vão desde o serviço remoto ao field service e você pode aceitar aqueles que desejar. Além de poder realizar o trabalho em horários flexíveis. Os Nerds cadastrados na nossa plataforma chegam a ganhar até R$ 2000 mensais, resolvendo problemas de TI dos mais diversos tipos.

Cadastre-se gratuitamente e encontre sua próxima oportunidades de emprego!

42% das empresas no Brasil tem custos mais altos por ineficiência em tecnologia e informática. Fale com um consultor:

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.

Você também pode gostar de...

Veja Mais

Não deixe sua empresa parar por problemas simples de suporte. Estamos aqui para te ajudar

Confira alguns dos serviços: